Implante Estradiol



IMPLANTE ESTRADIOL

ASPECTO: Sólidos cilíndricos ou eventualmente esféricos.
pH: N/A
APRESENTAÇÃO: Implante subcutâneo (3mm Ø) 12,5mg (ampola 2 mL)
COMPOSIÇÃO: Estradiol 12,5mg
Excipiente q.s.p

MECANISMO DE AÇÃO:

Estradiol, ou, 17β-estradiol, é um hormônio sexual e esteroide, o principal hormônio sexual feminino. É importante na regulação do ciclo menstrual. O estradiol é essencial para o desenvolvimento e manutenção dos tecidos reprodutivos femininos, mas também tem efeitos importantes em muitos outros tecidos, incluindo
o ósseo.
A estrutura óssea é afetada pelos baixos níveis de estradiol, o que resulta em osteoporose e osteopenia precoce principalmente em mulheres menopausadas.

SUGESTÃO DE USO:
– Deficiências de estrógenos
– Vaginite atrófica
– Distrofia atrófica menopáusica da vulva
– Sintomas da menopausa
– Prevenção de osteoporose

USUALMENTE APLICADO:
– Implante estéril Subcutâneo

 

SUPORTE BIBLIOGRÁFICO:

STUDD, J.W.W.; SMITH, R.N.J. Oestradiol and testosterone implants. Baillire’s Clin Endoc and Metabolism, v.7, n.1, 1993.
VASHISHT, A.; STUDD J.W.W. Five-year changes in bone density, and their relationship to plasma estradiol and pretreatment bone density, in an older population 2 of postmenopausal women using long-term estradiol implants. Gynecol. Endocrinol.,
v.17, n.6, 2003.
Notelovitz, M., et al. Metabolic and hormonal effects of 25-mg and 50-mg 17 betaestradiol implants in surgically menopausal women. Obstet Gynecol, v.70, n.5, 1987.

Dr. Paulo Meira

(CRM (MG) 19577 • RQE 13157 )

• Mestre em Medicina
• Bacharel em Medicina
• Especialização em Endocrinologia e Metabologia

Titular da Sociedade Brasileira de Endocrinologia