Obesidade e doenças da mulher

Obesidade e doenças da mulher

Obesidade e doenças da mulher

Por Paulo Meira

A obesidade é um problema de saúde pública no mundo todo, pois é causa direta ou indireta do aumento dos fatores de risco para doença cardiovascular. Na mulher pode surgir em qualquer fase da vida, trazendo não apenas problemas cardiovasculares, como também prejuízos na saúde reprodutiva, e aumento do risco de determinados tipos de câncer, como o câncer de mama e de endométrio.

Estudos recentes têm demonstrado o papel da obesidade, e principalmente, do aumento da resistência à insulina no quadro clínico da síndrome dos ovários policisticos (SOP): esterilidade, irregularidade menstrual, acne e hirsutismo. Com o tratamento foi observado que, com a redução do peso, e da resistência a insulina, ocorre restauração dos ciclos ovulatórios, da fertilidade, e melhora dos sintomas de hiperandrogenismo.

Além da SOP, a obesidade na menacme leva ao aumento dos fatores de risco para doença cardiovascular na menopausa, que é a maior causa de morte nesta fase da vida na mulher.

Por todos estes motivos é que o ginecologista, como o clínico geral da mulher, deve estar atualizado quanto aos tratamentos não farmacológicos e farmacológicos disponíveis para obesidade.

Deixe um comentário